26 de outubro de 2010

XI Semana Teológica da PUC-RJ: "Ecologia e Criação"

Com o tema “Ecologia e Criação”, a XI Semana Teológica realizada na PUC-Rio será realizada de 26 a 29 de outubro, com temas focados no meio ambiente e relacionando ciência e religião. Os encontros gratuitos serão sempre no auditório do RDC, das 9h às 12h e das 14h às 16h.


Programação:

. Dia 27 de outubro

Manhã: Prof. Haroldo Raimer
Tema da Palestra: Criação e Cuidado. Perspectivas bíblicas sobre os desafios ambientais.

Tarde 01: Prof. Leonardo Agostini Fernandes
Tema da Palestra: Teologia, Antropologia e Ecologia em Gn 1,1-2,4a

Tarde 02: Prof. Francisco Rodrigues Orofino
Tema da Palestra: A Teologia da Criação a partir da crítica profética

. Dia 28 de outubro

Manhã: Prof. Alfonso Garcia Rubio
Tema da Palestra: A visão científica evolucionista interpela a fé em Deus criador.

Tarde 01: Prof. Lúcio Flávio Ribeiro Cirne
Tema da Palestra: O espaço da biodiversidade: uma leitura teológica da criação na perspectiva da sustentabilidade ambiental

Tarde 02: Irmã Helena Terezinha Rech
Tema da Palestra: “Espiritualidade Ecológica: o caminho do coração". Partilha de uma experiência.

. Dia 29 de outubro

Manhã: Pe. Josafá Carlos de Siqueira
Tema da Palestra: Desafios Filosóficos e Teológicos para a Ética Ambiental

Tarde: Prof. André Trigueiro
Tema da Palestra: Religiões e Sustentabilidade.



............................................................................................................


Entrevista: Fé e Sustentabilidade


Por Claudia Bozza



O Diretor do Departamento de Teologia, professor Paulo Cezar Costa, em entrevista ao PUC URGENTE, explica a relação entre Teologia e meio ambiente e como a Semana pode contribuir com o debate ecológico.

PU: O que é a Semana Teológica?
Paulo Cezar Costa: É um evento que o Departamento de Teologia promove, todos os anos, em parceria com o Instituto Teológico Franciscano, de Petrópolis, e com o Instituto de Filosofia e Teologia Paulo VI, em Nova Iguaçu. Com esses centros de reflexão teológica, promovemos um momento de estudo sobre um determinado tema. A cada ano, a Semana é realizada em uma dessas instituições. Neste ano, a Semana Teológica será realizada na PUC e o tema será Ecologia e Criação.

PU: Como podem ser relacionadas a Teologia e a Ecologia?
Paulo Cezar Costa: A Ecologia toca de perto a reflexão teológica. Possuímos uma concepção de fé sobre a Criação. A vida começa com o livro de Gênesis, que afirma que Deus criou tudo. Então quando olhamos para a beleza da Criação, olhamos para uma obra de Deus. Ele criou e entregou para o ser humano. A questão ecológica consiste exatamente no uso que o ser humano faz da obra que Deus lhe deu como fruto do seu amor. Se nos deparamos hoje com toda essa questão ambiental, com a degradação do planeta, é porque o ser humano fez um mau uso da obra que Deus lhe deu. Quando o ser humano perde a capacidade de extasiar-se diante da beleza da obra da Criação, ele a destrói. Ele não é capaz de viver de uma forma responsável, para que as gerações futuras possam também gozar e viver com dignidade. Não temos o direito de destruir e prejudicar a continuidade da vida. Temos o dever de viver de forma que possamos legar um planeta cada vez mais bonito e mais sustentável para as gerações futuras.

PU: Como a Semana Teológica pode contribuir para o debate das questões ambientais na Universidade?
Paulo Cezar Costa: A Teologia e as religiões têm uma contribuição fundamental a dar a essa questão. Na XI Semana teológica, nós abordaremos a questão de uma forma interdisciplinar. No primeiro dia, olharemos a questão sobre o prisma bíblico. O que a Sagrada Escritura, o Novo e o Antigo Testamento falam sobre a Criação e a Ecologia e que contribuição a reflexão bíblica traz para esse tema. No segundo dia, vamos olhar a história a partir de uma reflexão sobre a Criação e a Evolução. É uma tentativa de o tema da Criação dialogar com o tema do evolucionismo, para mostrar que as duas coisas não se opõem. Mesmo que você limite que Deus tenha criado uma primeira energia e que dali tenha se desenvolvido tudo, Deus é o Criador. No último dia, o Reitor, padre Josafá Carlos de Siqueira, vai buscar integrar a questão da Criação, os desafios do Meio Ambiente e a preservação. À tarde, o professor André Trigueiro vai apresentar os desafios das religiões perante a sustentabilidade do planeta e que tipo de contribuição as religiões podem e devem dar.

PU: Podemos ter fé em uma postura mais sustentável do ser humano?
Paulo Cezar Costa: Eu tenho muita esperança. Sei que há muitas coisas a serem feitas e que há muito interesse ainda, como o econômico, que muitas vezes se sobrepõe à preservação, porém tenho muita esperança que os homens e mulheres de boa vontade, os homens e mulheres que professam uma fé possam ter uma visão sustentável do planeta, da vida sobre a Terra, e possam olhar tudo isso como o dom do amor de Deus e perceber que devemos legar um planeta cada vez mais bonito e mais digno para as próximas gerações.


Fonte: http://publique.rdc.puc-rio.br/pucurgente/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=9

Nenhum comentário:

Postar um comentário